Toggle menu

Mercado do Rio Vermelho

Sobre o Mercado

Mercado do Rio Vermelho

Mais que um novo cartão-postal de Salvador, o Mercado do Rio Vermelho é também um lugar a ser redescoberto e frequentado não apenas por turistas, mas pelos próprios baianos. Aqui convivem harmoniosamente a vocação de comércio popular herdada da antiga Ceasinha e a recém-adquirida identidade de mercado cultural.

Quem chega ao Mercado do Rio Vermelho hoje ainda encontra estabelecimentos surgidos quando tudo era um simples conjunto de barracas. A estrutura física moderna e confortável erguida no lugar da antiga feira não apagou as mais de quatro décadas de história construída por comerciantes e clientes. O tradicional comércio de frutas, verduras, carnes, peixes e frutos do mar permanece tão forte quanto antes, mas agora há muito mais para ser explorado. O Mercado ganhou estabelecimentos que oferecem produtos e serviços diversos, totalizando mais de 130 boxes que são organizados em seis seções: Açougue, Peixaria & Produtos Típicos; Hortifruti; Artesanato & Petshop; Empório Bazar & Gourmet; Floricultura & Serviços; e Restaurante & Lanchonete.

Para garantir a comodidade de visitantes e frequentadores, o Mercado do Rio Vermelho dispõe de 240 vagas de estacionamento, a maioria delas coberta, e conta com agentes de segurança particular. Nas áreas comuns é frequente a realização de feiras, exposições, atividades lúdicas, apresentações artísticas e outras atividades que promovem cultura, saúde, causas sociais e bem-estar.

Além do dia a dia de compras e programações culturais, o Mercado possui um atrativo que também é noturno: a sua Praça Gourmet, que tem acesso independente e funciona em horário diferenciado dos demais estabelecimentos. Aqui é possível desfrutar de uma gastronomia diversificada, com sabores da culinária regional e até internacional. Os restaurantes e botecos estão dispostos ao redor de uma espécie de praça central coberta, um espaço amplo com dezenas de mesas, ideal para reunir a família ou encontrar os amigos para um happy hour. Apresentações ao vivo embalam as noites de quinta e sexta, e nos sábados o fim de tarde é animado pela tradicional Seresta do Edinho.

Venha aproveitar tudo o que o Mercado do Rio Vermelho oferece e faça parte desse novo capítulo da nossa história!

uma história cheia de capítulos

Um breve resumo da nossa história

1970

A história do Mercado do Rio Vermelho começa no início dos anos 1970, como uma simples feira. Com estrutura precária, a então feira da Chapada do Rio Vermelho já possuía um comércio de frutas, verduras, peixes, carnes e alguns restaurantes.

1980

No dia 25 de fevereiro de 1986, o governador João Durval Carneiro reinaugura o Centro de Abastecimento do Rio Vermelho, cuja estrutura foi mantida praticamente a mesma até a sua demolição, em 2012.

2000

Em 2004, durante o Governo Paulo Souto, a Central de Abastecimento passa por uma grande reforma, com reparação dos sistemas elétrico, hidráulico e de todas as áreas de circulação do mercado.

2010

No início de 2010, o Ministério Público e a Vigilância Sanitária apontam graves problemas de higiene na Central de Abastecimento, a Ceasinha. Em 2012, no Governo Jaques Wagner, são demolidas as velhas estruturas e começa a reconstrução do local.

2014

Em 2014, na véspera do aniversário de 465 anos de Salvador, são entregues as chaves do empreendimento aos comerciantes, para que eles façam a mudança do mercado provisório para o novo, cuja inauguração acontece em maio.